Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

VÊNUS NOS SIGNOS DE TERRA

Imagem
Por Tereza Kawall Vênus em signos de Terra Temos aqui um elemento feminino, e portanto, fecundo e receptivo, símbolo da segurança , da materialidade e do mundo das formas. Pessoas com ênfase neste elemento ocupam-se basicamente com tudo o que é prático, tangível e sólido. Vênus em signos do elemento terra caracteriza uma expressão amorosa que se manifesta por atitudes práticas e objetivas e muito particularmente por sensações físicas e instintivas. Predomina aqui o sentido de responsabilidade por aqueles que a pessoa ama e quer bem: às vezes a preocupação torna-se exagerada! De qualquer maneira são os tipos mais fiéis e provedores do zodíaco. Essa posição de Vênus assinala uma forte sensualidade e impulsos para obter o prazer através do corpo, embora isso possa se manifestar de forma contida ou controlada, especialmente se esse planeta estiver em signos de Virgem ou Capricórnio. Vênus em Touro Aqui Vênus está em seu próprio signo, exaltando portando as suas ca

VÊNUS EM SIGNOS DE FOGO

Imagem
Por Tereza Kawall Vênus no elemento fogo Neste elemento a natureza sentimental se expressa por atitudes teatrais, francas e muito contagiantes. A energia venusiana torna-se transbordante, típica de indivíduos espalhafatosos e exagerados, que, em suas demonstrações afetivas muitas vezes deixam os outros deslocados. São pessoas que adoram sentir o prazer da conquista, o gosto pelas aventuras , romances e “ paixonites”. Orientam-se para o futuro, sabem tomar iniciativas e entendem a relação amorosa como um exercício de criatividade e alegria. São tipos mais atrevidos, geralmente impacientes com o ser amado. São estimulados com facilidade mas se desinteressam quando algo não vai bem. São divertidos e diretos na manifestação de seus impulsos sexuais, reagindo muito bem aos estímulos eróticos ou visuais, pois em essência guardam em si uma alma infantil, suscetível as fantasias e delícias da paixão. Vênus em Áries Aqui o amor se apresenta de forma ardente e entusiástica. Essa po

VÊNUS EM NOSSAS VIDAS E NOS SIGNOS DE ÁGUA

Imagem
Continuando com o tema “ Vênus em nossas vidas”, vocês encontrarão aqui postagens sobre a presença de Vênus nos quatro elementos e também nos doze signos. E também textos interessantes, e não menos importantes sobre a importância da auto-estima. Ela define nosso destino, nossas escolhas e decisões em várias áreas da vida pela. Pessoas verdadeiramente talentosas podem avançar muito pouco na vida sem a consciência de seu papel e de seu valor pessoal nas relações em geral. Não é possível um individuo desenvolver relacionamentos positivos e saudáveis se não aprovar a si mesmo, não se aceitar, não se perdoar e mudar o que for necessário. Árduo trabalho, mas se for levado à sério, vai valer a pena . Felicidade é sempre um trabalho interno. “ Ama teu próximo como a ti mesmo”- que nunca ouviu ou leu essa sábia frase do Cristo? Ser interessante não basta, é preciso ser interessado pelo outro, saber e ouvir com atenção, ir em direção ao que o outro está expressand

VÊNUS E SEUS SÍMBOLOS

Imagem
Nascimento de Afrodite, de Boticelli. Texto de Tereza Kawall Na antiga Grécia, Vênus ( Afrodite) tornou-se conhecida não apenas por sua rara beleza e sensualidade, mas também por suas explosões de ódio e terríveis vinganças contra aqueles que ousavam desafiá-la. No seu aspecto de Grande Mãe, Vênus é diferente das outras: ela recebe todas as sementes mas não quer saber a identidade do semeador. Ela é a deusa do amor no sentido mais amplo da palavra. Vênus tinha também, como as deusas lunares, o poder de fertilizar a terra. E a chuva da primavera era o elemento fecundante enviado à terra por essas deusas do Olimpo. Vênus freqüentemente é representada entre animais ferozes, que evocam o seu lado cruel e instintivo. É o símbolo da força irrefreável da fecundidade e do desejo, ou a atração sexual entre todos os seres da natureza. Assim, era adorada em templos cujas sacerdotisas ficaram conhecidas como hieródulas, ou prostitutas sagradas. Vênus e a deusa lunar Diana ( Ártemis) sã

JUNG, O HOMEM CRIATIVO

Imagem
   “ Jung estava de tal maneira à frente de seu tempo, que se pode dizer que a influência de suas idéias em nosso vida cultural ainda está engatinhando. Era uma pessoa extremamente sensível e,talvez por isso mesmo, bastante vulnerável. A esse respeito diz Von Franz: “ Poucos homens sofreram tanto quanto ele; sua grande obra criadora foi arrancada, não apenas ao quente abismo das paixões, mas também ao sofrimento. As feridas pessoais, embora pudessem atingi-lo de maneira profunda, não o afetavam tanto quanto o sofrimento do mundo contemporâneo. A devastação da natureza, o problema da superpopulação, a guerra, a violência imposta às culturas não cristãs que floresciam com a brutalidade da moderna tecnologia. Para Jung, esses problemas eram uma agonia que o mantinha, de modo constante e incansável, à espreita de quaisquer possibilidades de uma transformação benéfica que porventura emergisse das profundezas da psique”. Buscando uma saída para a alienação do homem moderno, Jung con

VIVER É FAZER ESCOLHAS

Imagem
" A morte é a fronteira da liberdade. Ela não é o alvo da vida, mas seu ponto final. Morrer nos priva de um universo de possibilidades à nossa frente: tudo o que ainda poderia ser, mas não mais será. A perda, porém, acompanha-nos desde o início da caminhada: tudo o que poderia ter sido, mas não foi. Viver é fazer escolhas, é apostar em certo trecho de um caminho ignorado e pri var-se de todas as alternativas que vão sendo eliminadas à medida que prosseguimos. O homem que adormece como um cão tolerado pela gerência é um exemplo agudo de como a perda decorrente dos descaminhos e escolhas equivocadas de uma vida pode superar largamente a perda final que a morte representa. " O mundo sempre foi assim ou agora se tornou somente para mim tão triste? Não é preciso morrer para perder a vida". Do livro: Auto-engano Eduardo Gianetti