Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

PENSAMENTOS E EMOÇÕES NA ORIGEM DAS DOENÇAS

Imagem
O CORPO DE DOR Por ECKHART TOLLE No caso da maioria das pessoas, quase todos os pensamentos costumam ser involuntários, automáticos e repetitivos. Não são mais do que uma espécie de estática mental e não satisfazem a nenhum propósito verdadeiro. Num sentido estrito, não pensamos - o pensamento acontece em nós.“Eu penso” é uma afirmação simplesmente tão falsa quanto “eu faço a digestão” ou “eu faço meu sangue circular”. A digestão acontece, a circulação acontece, o pensamento acontece. A voz na nossa cabeça tem vida própria. A maioria de nós está à mercê dela; as pessoas vivem possuídas pelo pensamento, pela mente. E, uma vez que a mente é condicionada pelo passado, então somos forçados a reinterpretá-lo sem parar. O termo oriental para isso é carma. O ego não é apenas a mente não observada, a voz na cabeça que finge ser nós, mas também as emoções não observadas que constituem as reações do corpo ao que essa voz diz. A voz na cabeça conta ao corpo uma história

COMUNICAÇÃO ENTRE AS ESPÉCIES

Imagem
Por Sheila Waligora “Existe uma visão de mundo em que todos os seres têm um propósito evolutivo ao participarem juntos deste organismo vivo que é a Terra. Essa mesma visão apóia a idéia da cooperação entre as espécies e reinos. Dessa forma, ao entrarmos em contato com um ser de outra espécie, o fazemos com a consciência de que podemos ser um fator de evolução para esse ser. Tudo vai depender do estado e do nível da nossa consciência humana”. “ Tele refere-se a distancia e a pathy , a sentimento. Dessa forma, a comunicação telepática envolve a habilidade de transmitir sentimentos, mensagens e idéias a distancia. Mais do que qualquer outra coisa, a telepatia é uma conexão, uma ligação direta com a alma ou com a essência do outro ser. A telepatia acontece quando as barreiras se dissolvem em qualquer nível que seja. Se a pessoa se relacional com outro ser, de qualquer reino, sem barreiras, então vai ter facilidade para a comunicação telepática. Pode acontecer em relação

Budismo e a libertação

Imagem
Gustavo Alberto Correa Pinto: “ E como é que o budismo entende a libertação? As primeiras perguntas que fazemos são: Quem é que lhe está prendendo, e o que é estar preso? Perguntamos isso para ajudar nosso interlocutor a ir descobrindo dentro de si mesmo o que é liberdade. Liberdade é algo do qual ninguém pode nos privar. Só nós podemos nos provar da liberdade, e o que fazemos toda vez que nos iludimos. Em cada e toda ilusão, estamos aprisionando quem poderíamos ser se ultrapassássemos essa ilusão. O budismo tem a flor de lótus como o símbolo da trajetória da libertação. A semente da flor de lótus é uma esfera com uma casca muito dura e com longa capacidade de sobrevivência. Foram encontradas algumas sementes de lótus no túmulo de um imperador chinês, aberto no século XX. Depois de mais de mil anos, essas sementes foram colocadas nas condições ideais, germinaram e floresceram. E quais são as condições necessárias para uma semente de lótus germinar? Primeiro, lodo; o lótus o lót