Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

JUNG: SEU ESPÍRITO PERMANECE VIVO

Imagem
                                                                     JUNG, sempre atual!  Em 2015 comemoramos 140 anos da data de seu nascimento, 26 de julho de 1875. " Nossa vida compara-se à trajetória do sol. De manhã o sol vai adquirindo cada vez mais força até atingir o brilho e o calor do apogeu do meio dia. Depois vem a enantiodromia.(*) Seu avançar constante não significa mais aumento e sim diminuição de força.  Sendo assim, nosso papel junto ao jovem difere do que exercemos junto a uma pessoa mais amadurecida. No que se refere ao primeiro, basta afastar todos os obstáculos que dificultam sua expansão e ascensão. Quanto à última, porem, temos que incentivar tudo quanto sustente sua descida.  Um jovem inexperiente pode pensar que os velhos podem ser abandonados, pois já não prestam para nada, uma vez que sua vida ficou para trás e só servem como escoras petrificadas do passado...  O entardecer da vida humana é tão cheio de significação quanto o período da manhã.

INDIVIDUAÇÃO: A TAREFA DO HERÓI

Imagem
                                       " A tarefa do herói consiste em combater o dragão da inércia a fim de destravar e liberar o fluxo da vida para o corpo do mundo, na direção de um lugar onde a vida secou, tornando-se uma vida estéril. Se recusamos o chamado para viver nossas próprias vidas, ficamos deprimidos sem vitalidade.  O Sol simboliza a potência criativa; seus raios põem fogo no mundo, iluminam a escuridão primordial, espírito penetrando na matéria, tudo vai ganhando vida. O Sol nos liga com a força vital e bruta que existe em nós, oferecendo um canal para a sua manifestação um princípio universal superior que nos livra da dominação da natureza, liberta-nos das garras da vida instintiva.Assim, tornamo-nos recipientes para o poder fálico do Sol.  O deus egípcio Atum penetra em sua criação, e o Faraó é chamado de o “ Sol vivo”, o filho de Deus pelo qual o reino da eternidade penetra no tempo .  A meta da jornada do herói é nada menos do que a descoberta da imortal

PLUTÃO ATRAVÉS DOS SIGNOS : DE 1912 ATÉ 2015

Imagem
Na linguagem simbólica da Astrologia os signos zodiacais são a expressão de energias antagônicas que expressam o equilíbrio das leis universais. Temos doze signos que são também seis eixos de energias antagônicas e complementares.  A natureza de Plutão opera sempre em termos de opostos, podendo ser destrutiva e cruel, mas também criativa e regeneradora. Símbolo arquetípico das grandes transformações, Plutão é o grande cronometrista da consciência coletiva, desencadeando revoluções sociais, políticas, econômicas e culturais. Grandes fatos históricos podem ser compreendidos à luz de seu poder altamente concentrado, que dissolve estruturas esclerosadas e promove a renovação da vida trevas e dos mortos Quando foi descoberto, o planeta Plutão recebeu um dos epítetos atribuídos a uma importante divindade greco-romana, o deus Hades. MITO                                                                                         Plutão e Perséfone no Hades, sua moradia dos mundos subte