Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

MÚSICA DAS ESFERAS

Imagem
A música das esferas artigo de Marcelo Gleiser A música fala diretamente ao inconsciente, criando ressonâncias emotivas que são únicas. É bem verdade que um poema ou um quadro também afetam pessoas de modo diferente. Mas a mensagem é mais concreta, mais direta. Existe algo de imponderável na música, um apelo primordial, algo que antecede palavras ou imagens. Marcelo Gleiser é professor de física teórica do Dartmouth College, em Hanover (EUA), e autor do livro 'O Fim da Terra e do Céu'. A música, dentre as artes, é a mais misteriosa. Como podem os sons invocar emoções tão fortes, alegrias e tristezas, lembranças de momentos especiais ou dolorosos, paixões passadas e esperanças futuras, patriotismo, ódio, ternura? Quando se pensa que sons nada mais são que vibrações que se propagam pelo ar, o mistério aumenta ainda mais.A física explica como ondas sonoras se comportam, suas frequências e amplitudes. A biologia e as ciências cognitivas explicam como o aparelho auditivo tr

JAMES HILLMAN E A ASTROLOGIA -2

Imagem
James Hillman " A necessidade governa os movimentos da Alma, bem como os das estrelas. Assim como a Alma passa por baixo de seu centro, assim também em seu regaço gira o fuso que rege os movimentos planetários. O que acontece à Alma e às estrelas encontra-se na mesma trama. Assim, as pessoas tentam decifrar as necessidades prementes da Alma consultando os movimentos dos planetas. Porém, os astrólogos interpretaram essa correspondência de modo literal, em vez de fazê-lo através de imagens. Com efeito, nem as estrelas, nem os planetas astrológicos são regentes da personalidade. A astrologia é uma maneira metafórica de mostrar que os regentes da personalidade são, na verdade, poderes arquetíppicos situados além de nossa esfera pessoal e que, no entanto, estão necessariamente envolvidos em todas as nossas vicissitudes". ( Facing Gods) ---------------------------------------------------------- " Antes que vocês cheguem à conclusão de que minha ênfase nos Deu

James Hillman e a Astrologia

Imagem
James Hillman " Para mim, a Astrologia simplesmente devolve os eventos para os Deuses. Ela depende de imagens tiradas dos céus. Ela invoca um sentido politeísta, mítico, poético, metafórico do que é fatalmente real. É isto que torna a astrologia eficaz como um campo, como uma linguagem, como um modo de pensar. Ela é quem traz para o pensamento popular a grande tradição que mantém que todos nós participamos de um cosmo inteligível, desta maneira dando a questões humanas respostas maiores que as humanas. força-nos a imaginar e pensar em termos psicologicos complexos. Ela é politeísta e consequentemente, move-se em oposição ao pensamento dominante da história ocidental". " Quero enfatizar essa idéia de lugar. Um ser humano está posicionado; um mapa está posicionado. O momento atual se dá sempre em algum lugar . Esse lugar não é um mero conjunto geográfico de coordenadas, longitudes e latitudes. Esse lugar é também uma cultura, uma natureza, uma história, uma po

As impurezas do espírito

Imagem
JEAN-YVES LELOUP " Estamos bem no coração do Evangelho, isto é, da " metanóia",- em grego significa ir além do nous, mudar de nous , de consciência, o que se traduz por " convertei-vos" ou dito de outra maneira: mudai de mentalidade, mudai vossa interpretação do mundo, mudai vossa maneira de ver. Mudar o olhar é mudar o mundo!" " Nós somos o que pensamos, e o que nos sómos depende do estado de nosso espírito, do estado de nossa consciência. Nossos pensamentos fazem o mundo no qual vivemos, aquele que fala e age com um espírito doentio, o sofrimento o segue como a roda segue o casco do boi que puxa a carroça" ( Dhammapada) " Estes momentos de meditação, de observação de si mesmo não são simplesmente para si, mas para o bem estar de todos: um espírito doente só pode aumentar a miséria do mundo. Antes de amar, é necessário procurar não prejudicar, por nosso pensamento,por nosso estado de espírito. Respeitar o

EMOÇÕES E A SAÚDE

Imagem
SOBRE SENTIMENTOS Entrevista com o Dr. Jorge Carvajal Médico cirurgião da Universidade de Andaluzia Qual adoece primeiro: o corpo ou a alma? A alma não pode adoecer, porque é o que há de perfeito em ti, a alma evolui, aprende. Na realidade, boa parte das enfermidades são exatamente o contrário: são a resistência do corpo emocional e mental à alma. Quando nossa personalidade resiste aos desígnios da alma, adoecemos. Há emoções prejudiciais à saúde? Quais são as que mais nos prejudicam? 70 por cento das enfermidades do ser humano vêm do campo da consciência emocional. As doenças muitas vezes procedem de emoções não processadas, não expressadas, reprimidas. O medo, que é a ausência de amor, é a grande enfermidade, o denominador comum de boa parte das enfermidades que temos hoje. Quando o temor se congela, afeta os rins, as glândulas suprarrenais, os ossos, a energia vital, e pode converter-se em pânico. Então nos fazemos de fortes e descuidamos de nossa saúde?