Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

31 DE AGOSTO: CELEBRANDO O BLOGDAY

Imagem
APRESENTANDO CINCO BLOGUES http://www.blogday.org/ No dia 31 de agosto festeja-se o BlogDay, uma iniciativa para podermos conhecer e apresentar cinco novos blogues as leitores. Vamos celebrar a descoberta de novas pessoas e novos blogues!! Cova do Urso: http://cova-do-urso.blogspot.com/ - Portugal Antonio Rosa, astrologo, geminiano, criador da Escola de Astrologia Nova-Lis. Seu blog é sofisticado, com belas fotos e imagens, e com matérias sérias e didáticas a respeito de astrologia, assim como artigos sobre economia, política, animais, meio ambiente, relacionamentos amorosos e espiritualidade. Um presente para a alma. ___________________ Blog do Luís Pellegrini: http://www.luispellegrini.com.br / - Brasil Geminiano de carteirinha, Luís Pellegrini é jornalista, escritor, livreiro, editor; atualmente é diretor de redação da revista Planeta. Já rodou o mundo todo sob as bençãos de Mercúrio. Escreve sobre vários temas, seja política, astrologia, meio ambiente, comportamento, ani

ILUMINADOS

Imagem
Iluminados Ser capaz de experimentar a realidade como ela é, sem distorcê-la com nossas esperanças e medos, recebe, com freqüência, o nome de “ iluminação” ( enlightenment ). Dizemos que uma mente que recebeu iluminação é uma mente ‘ iluminada”. É uma mente que “ viu luz”( light ) ou que vê as coisas sob uma nova luz. Mas existe um outro sentido para a palavra light, igualmente apropriado: “ leve, tornar mais leve, aliviar”. Por exemplo, “ tornar a carga mais leve”. As cargas mais pesadas nesta vida não são nossas cargas físicas, mas nossas cargas mentais. Somos esmagados por nossa preocupação pelo passado e por nossas inquietações sobre o futuro. Essa é a carga que suportamos, a fadiga que vem da nossa temporalidade. Iluminar a mente é libertá-la dessa carga. Uma mente iluminada Não mais é esmagada pelos apegos; é uma mente livre. Sendo livre, essa mente deixa de ser tão séria a respeito das coisas – ela encara as coisas com mais “ leveza”, sob uma “ luz” mais leve. Será por isso

Padamsambhava

Imagem
Padmasambhava, o "Mestre precioso", " Guru Rinpoche" é o fundador do budismo tibetano, e o Buda da nossa época . O mestre Padmasambhava disse: A consciência fresca no presente Tem uma essência vazia, o Corpo Absoluto; Uma natureza luminosa, o Corpo de Felicidade, E um modo de emergência variado, o Corpo de Aparição. Não podemos procurar o Buda alhures. Mesmo meditando, permaneçamos no frescor de quem não medita; Mesmo olhando, permaneçamos no frescor de quem não olha; Mesmo nos apegando, permaneçamos no frescor de quem não se apega; Mesmo nos projetando, permaneçamos no frescor de quem não se projeta; Mesmo reabsorvendo, permaneçamos no frescor de quem não reabsorve; Mesmo distraídos, permaneçamos no frescor não distraído; O que quer que surja, esse frescor que está em nós. É um estado claro como o oceano límpido; Onde felicidade, claridade e ausência de discursividade estão espontaneamente presentes. Enviado por Hélio Biesemeyer

Os Deuses Olímpicos e a Astrologia

Imagem
Na antiga Grécia, o monte Olimpo era a morada dos deuses- nesta ilustração de Monsiau ( século 18), vemos todos eles , possivelmente discutindo o destino dos mortais: Esquerda: Hera, Hades, Dionisio, Ares, Afrodite, - direita Cronos, Helios, Ártemis, Hermes, Poseidon; acima o todo poderoso Zeus. "Visto através das lentes planas da observação do comportamento humano, o mapa astrológico é estático: nada mais é do que uma série de traços fixos característicos, ou um mapa de potencialidades, muitas das quais, por motivos inexplicáveis, parecem não poder ser desenvolvidas perfeitamente pelo indivíduo. No entanto, visto através das lentes tridimensionais de uma dualidade consciente-inconsciente, surge um jogo completo – repleto das curvas e reviravoltas de uma trama surpreendente, povoada de caracteres shakesperianos e tragicômicos, de tramas ornamentadas com palcos e trajes engenhosamente modificados, pontilhadas de sugestões perfeitamente sincronizadas, em que cortinas se ab

E O FRIO QUE NÃO PASSA...

Imagem

JARDIM DA FÉ

Imagem
Jardim da fé “ Qual é esse processo do espírito e da semente cheio de fé que toca o solo nu e o torna rico de novo? Não tenho a resposta completa. Só sei o seguinte: aquilo a que dedicamos nossos dias pode ser o mínimo que fazemos, se não compreendermos também que algo espera que a gente abra espaço para ele, algo que paira perto de nós, algo que ama, e que espera que o terreno certo seja preparado para que ele possa se revelar. Só estou certa de que, enquanto estivermos aos cuidados dessa força de fé, aquilo que pareceu morto não estará morto, aquilo que pareceu perdido também não estará mais perdido, aquilo que alguns alegaram ser impossível tornou-se nitidamente possível, e a terra que está sem cultivo está apenas descansando – descansando à espera de que a semente venturosa chegue com o vento, com todas as bênçãos de Deus, e ela chegará. Clarissa Pinkola Estés Do livro: O jardineiro que tinha fé Editora Rocco, 1996.

DE MANHÃ CEDO

Imagem
De manhã cedo "Uma das principais virtudes de uma disciplina diária é uma transparência adquirida em relação aos apelos de estados de espírito transitórios. Um empenho em se levantar cedo para meditar se torna independente de querer ou não querer agir assim, em qualquer manhã em especial. A prática nos chama a um nível mais alto- aquele de lembrar da importância do estar desperto, e da facilidade com que podemos escapulir para um padrão automático de viver em que faltam atenção e sensibilidade. Acordar cedo para praticar o não- fazer em si é um processo de equilíbrio espiritual. Ele gera calor suficiente para reorganizar os nossos átomos, entrelaça corpo e mente de um modo novo, mais forte e cristalino, entrelaçamento esse que nos mantém honestos e nos lembra de que a vida é bem mais do que fazer coisas. Fixando-se na concentração de manhã cedo, você está se recordando de que as coisas estão sempre mudando, que as coisas boas ou ruins vem e vão, e que é possível incorporar

Pescaria no céu

Imagem
A Nebulosa Lagoa é um berçario de estrelas Por Tereza Kawall É possível fazer uma pescaria no céu? Do ponto de vista operacional, não. No entanto, quando olhamos a noite estrelada Vamos assim, “ pinçando” com os olhos Uma estrela aqui, outra acolá. São elas: maiores, menores Coloridas, esparramadas, Solitárias ou agrupadas Todas igualmente belas! Astrólogos e astrônomos Não podem levar as estrelas para casa Mas ambos decifram para nós, cada um a seu modo Seus tamanhos, significados, forma e beleza Mas há um mistério que permanece... E assim, porquê mais íntimas e próximas Elas se tornam mais amigas, E ficam ainda mais “nossas” Pois o céu estrelado Olhando da nossa casa, É também nosso belo telhado!

QUE FRIO!!

Imagem
Foto de Amanda Moraes

SORRISO!

Imagem
O Riso e o absurdo Mike George O riso sincero estimula uma química benéfica ao corpo, preservadora inclusive da vida. Os efeitos a curto prazo são excepcionais: a tensão é dispersada, a apreensão é eliminada, a habilidade de pensar positivamente aumenta e o contentamento é restaurado. A incapacidade de rirmos de nós mesmos pode ser um indício de que achamos difícil reconhecer nossas próprias debilidades. Então tornamo-nos suscetíveis à ostentação, orgulho, à vaidade. A vida, como uma comédia, pode ser absurda e imprevisível, os eventos podem tomar rumos inesperados e indesejáveis. Se perdemos o roteiro, esquecemos nossa fala ou se somos puxados para a ação de formas imprevisíveis, a perda de controle não deveria ser, necessariamente lamentada. O que precisamos é mudar de perspectiva, ver o absurdo de nossa condição e rir disso tudo. A importância do cômico é que ele pontua nossas pretensões e permite que uma corrente de ar fresco invada a nossa consciência. É, portanto, uma té