EMOÇÕES


Texto de Carl Gustav Jung


" A provocação do conflito é uma virtude luciferina, no sentido próprio da palavra. O conflito gera o fogo dos afetos e emoções e como todo fogo, este também tem dois aspectos, ou seja, o da convulsão e o da geração da luz.

A emoção é por um lado o fogo alquímico, cujo calor traz tudo à existência e queima todo o supérfluo (omnes superfluitates comburit).

Por outro lado a emoção é aquele momento em que o aço ao golpear a pedra produz uma faísca: emoção é a fonte principal de toda tomada de consciência.

Não há transformação de escuridão em luz, nem de inércia em movimento sem emoção".


Do livro " Os arquétipos e o inconsciente coletivo parágrafo 179
Editora Vozes

 

0 comentários: