Orientação Vocacional


Saturno, o símbolo astrológico do trabalho, perseverança e da responsabilidade.

Em tempos de mudanças aceleradas e tantas reformulações na área das carreiras, a necessidade de escolha ou planejamento da profissão é, cada vez mais, de vital importância.

Seja para o jovem que está dando os seus primeiros passos em sua formação e qualificação ou para profissional já estabelecido, este é um desafio estimulante, mas que também gera certa angústia.
A Internet assim como as constantes inovações tecnológicas oferecem e exigem mais e mais preparo e empenho nesta área. Em algum momento teremos que trabalhar para “ganhar a vida”. E esta é uma realidade e, sobretudo uma necessidade.

O trabalho, além do sustento, é nossa forma de expressão no mundo, aquilo que nos define, que põe a personalidade em ação no mundo. Todos somos criativos, todos queremos ser “ alguém”.
Afinal, escolhemos a nossa profissão ou é ela que nos escolhe?
Aptidões e interesses podem ser contraditórios, e portanto, não é fácil uma escolha ou decisão que irá exigir tempo, dinheiro e dedicação.
A indefinição profssional, em grande parte, pode estar relacionado à falta de auto-conhecimento, que só chega quando já fizemos muitas experiências, o que teoricamente nos levará a maturidade.
Como escolher uma graduação ou profissão se ainda não me conheço?
Serei um especialista? Um generalista? O que é mais indicado para mim?
Como construir um projeto de vida se tudo está sempre em transição?

A necessidade da escolha se dá necessariamente pela cultura educacional, ao final da conclusão do ensino médio. Mas isto raramente coincide com a maturidade psicológica ou emocional do jovem - muito pelo contrário.
As decisões podem ser pautadas pelo mercado de trabalho, moda, imposição familiar, etc.
Mas e daí?
Esta bússola “ funcional” vai apontar também para a satisfação e realizações mais gratificantes?
Na área profissional as pessoas dizem: “sou músico”, “sou um técnico”, ou “sou decoradora”, o que nos leva à idéia que essa escolha se relaciona mais ao SER que somos, e isso responde pelo termo “ vocação”.
Esta palavra vem do latim vox e core, voz e coração respectivamente, o que vem a ser o dom, uma aptidão especial que possuímos, um chamado. Mas, quem chama? Aquilo que se escolhe pela voz do coração, que faremos com paixão.

A Astrologia é uma ferramenta muito valiosa para indicar os talentos potenciais e aptidões que o indivíduo possui, as áreas em que ele pode se sair bem profissionalmente. O mapa astrológico de nascimento é um mapa da psique em estado latente; seus símbolos representam tendências e potenciais que estão à disposição de um indivíduo, e indicam também as diferentes fases de desenvolvimento.

Podemos fazer uma analogia com a semente de uma árvore, que já contém em si todo o seu futuro potencial de crescimento, e que irá se desenvolver, florescer e frutificar ao longo da vida, também, claro, de acordo com as condições do meio externo.
É importante ressaltar que a avaliação das aptidões vocacionais não obedece a um critério de adivinhações, mas sim de propiciar ou facilitar um reconhecimento dos valores e interesses que cada um de nós possui. As habilidades humanas são amplas e variadas , assim como as nossas reais necessidades de realização.
Citamos algumas delas:

Habilidades:
- Artísticas
-Intelectuais
-Técnicas
- Liderança e iniciativa
- Físicas e atléticas
-Assistenciais

Necessidades:
-Prestígio, reconhecimento
- Segurança, sobrevivência
- Satisfação pessoal
- Poder
- Ideal social
- Ideal intelectual
- Filosofia de vida

E os estudos e os diplomas, nada contam?
A formação acadêmica e as especializações fazem parte do processo todo, claro, assim como o meio familiar, cultural e social. O comprometimento, a postura, os valores de vida e os interesses que se renovam também contribuem para a formação e construção de um profissional.
Conhecer a si mesmo, saber as suas reais motivações, interesses é a mola propulsora para este caminho, que é atender nossa vocação e nosso talento.

1 comentários:

  • Nina Lima | 20 de maio de 2008 18:57

    A Astrologia vocaional é um trabalho muito sério e profundo.
    É muito interessante fazer o estudo do mapa natal com o objetivo de nos conhecermos melhor mas também entendermos quais são os nossos talentos e assim poder prospectar o que podemos vir a ser.