Primeiro Amor

Pétala , composição de Djavan

O seu amor
Reluz
Que nem riqueza
Asa do meu destino
Clareza no tino
Pétala
De estrela caindo
Bem devagar

Ó meu amor
Viver
É todo sacrifício
Feito em seu nome
Quanto mais desejo
Um beijo seu
Muito mais eu vejo
Gosto em viver, viver...

Por ser exato
A amor não cabe em si
Por ser encantado
O amor revela-se
Por ser amor
Invade
E fim.

Comentários

Que coisa bonita! O olhar puro, o coração que pulsa forte, o encanto encontrado em tudo... "O amor não cabe em si"... Linda foto! Beijos.
Denise disse…
Essa música é linda, e como tudo que trata de amor, sublime...ou sublima se "o amor não cabe em si"??

Bela escolha, Tereza.
Beijos de vó...

Postagens mais visitadas deste blog

VÊNUS E SEUS SÍMBOLOS

O DRAGÃO, A BALEIA E O HERÓI

CRISTO, ARQUÉTIPO DA SÍNTESE E DO SELF