Santuário da Vida

Por Tereza Kawall

As árvores para mim sempre tiveram
Uma magia particular
Como não se encantar com sua imponência e generosidade?
Símbolo da vida e da maternidade
Seus longos braços elevam-se em direção à luz,
E embalados pelo vento,
São um doce abrigo para seus habitantes aéreos,
Seus ninhos, seus pássaros, num constante vai e vem.

Sem dúvida, as árvores estão sob a regência de Eros
Em seu amoroso intercambio
São seiva da vida que flui entre flores, abelhas,
Pássaros, frutos e homens.
Elas contornam as nascentes
E nos oferecem sua sombra em dias quentes.

A força de suas sementes traduz a sua vontade,
Triunfo da verticalidade
A vida que na terra se sustenta
E ao céu se levanta
A árvore é um milagre da natureza
Nela se fundem nossa vida terrestre e celestial
Nossa unidade fundamental.

Comentários

Nina Lima disse…
Linda Poesia e lindas são as árvores!!
Que dom maravilhoso o seu, Tereza! Já desde o título "O Santuário da Vida" você tece em palavras poéticas sua reverência à Natureza e mais especificamente às bençãos provindas das árvores em nossa direção. Parabéns! Amo toda sua produção! Beijos. P.S. Que cenário lindíssimo!
Tereza Querida, tem um selo te aguardando em meu blog! Beijos.
Unknown disse…
Devia ter lido essa poesia antes de ter saido ontem pela manhã lá pelos interior pra caminhar. Tudo teria sido diferente...
Lindo, querida Terezoca!

Postagens mais visitadas deste blog

Labirinto de Chartres

CRISTO, ARQUÉTIPO DA SÍNTESE E DO SELF

PARACELSO E OS ELEMENTAIS