PLUTÃO ATRAVÉS DOS SIGNOS : DE 1912 ATÉ 2015


Na linguagem simbólica da Astrologia os signos zodiacais são a expressão de energias antagônicas que expressam o equilíbrio das leis universais. Temos doze signos que são também seis eixos de energias antagônicas e complementares.

 A natureza de Plutão opera sempre em termos de opostos, podendo ser destrutiva e cruel, mas também criativa e regeneradora. Símbolo arquetípico das grandes transformações, Plutão é o grande cronometrista da consciência coletiva, desencadeando revoluções sociais, políticas, econômicas e culturais. Grandes fatos históricos podem ser compreendidos à luz de seu poder altamente concentrado, que dissolve estruturas esclerosadas e promove a renovação da vida trevas e dos mortos Quando foi descoberto, o planeta Plutão recebeu um dos epítetos atribuídos a uma importante divindade greco-romana, o deus Hades.

MITO                                                                                         Plutão e Perséfone no Hades, sua moradia dos mundos subterrãneos

 Hades era filho de Crono e de Réia, irmão de Zeus e de Poseidon. Raptou Perséfone, filha de Demeter e Zeus, e casou-se com ela. Acredita-se que durante a titanomaquia recebeu dos cíclopes um capuz ou capacete que tornava o seu portador invisível. Na partilha que se seguiu à luta, coube-lhe o controle do mundo subterrâneo e dos mortos. Seu nome era usado para designar tanto a divindade quanto os seus próprios domínios. Hades ou Plutão era insensível às preces e sacrifícios. No panteão olímpico Hades era uma divindade misteriosa e temida; Plutão para os romanos significava "riqueza"; seus domínios eram essencialmente ctônicos, e seu poder era representado pela germinação das sementes, assim como pelas cavernas, fendas e grutas. A força e a violência dos vulcões sempre esteve relacionada a essa divindade, e também as riquezas do mundo mineral
. OBS: titanomaquia - guerra entre os Titãs, liderados por Cronos, e os deuses do Olimpo, liderados por Zeus.

Escrevi anos atrás um longo artigo falando da passagem de Plutão através dos signos, o que caracteriza movimentos geracionais, ou sejam de ciclos longos. Lá abordei dimensões histórias, políticas e culturais com a passagem de
 Plutão em Cancer ( 1912- 1939)
Leão ( 1939- 1958)
Virgem ( 1957 - 1971)
Libra ( 1971- 1984)
Escorpião ( 1974 -1995)
Sagitário ( 1995 - 2008)
Capricornio agora ( 2008 - 2024)
 Se quiser ler, acesse o site da Constelar no link ( são duas partes) :

0 comentários: