DE MANHÃ CEDO




De manhã cedo


"Uma das principais virtudes de uma disciplina diária é uma transparência adquirida em relação aos apelos de estados de espírito transitórios. Um empenho em se levantar cedo para meditar se torna independente de querer ou não querer agir assim, em qualquer manhã em especial.
A prática nos chama a um nível mais alto- aquele de lembrar da importância do estar desperto, e da facilidade com que podemos escapulir para um padrão automático de viver em que faltam atenção e sensibilidade.
Acordar cedo para praticar o não- fazer em si é um processo de equilíbrio espiritual. Ele gera calor suficiente para reorganizar os nossos átomos, entrelaça corpo e mente de um modo novo, mais forte e cristalino, entrelaçamento esse que nos mantém honestos e nos lembra de que a vida é bem mais do que fazer coisas.

Fixando-se na concentração de manhã cedo, você está se recordando de que as coisas estão sempre mudando, que as coisas boas ou ruins vem e vão, e que é possível incorporar uma perspectiva de constância, sabedoria e paz interior quando você enfrenta quaisquer condições que se apresentem”.

Jon Kabat-Zinn, em Mente Alerta.


“ Manhã é quando estou desperto e há uma madrugada em mim....
Precisamos aprender um novo despertar e nos manter despertos, não através de auxílios mecânicos, mas por uma infinita espera da madrugada, que não nos desampara no nosso mais profundo sono.
Não conheço fato mais estimulante do que a inquestionável capacidade do homem de elevar sua vida através de um empenho consciente. É algo como ser capaz de pintar um quadro especial ou esculpir uma estátua ou fazer alguns poucos objetos lindos; mas é bem mais magnífico entalhar e pintar a própria atmosfera e o meio pelo qual olhamos...
Ter influência sobre a qualidade do dia, esta é a mais sublime das artes”.

Henry David Thoreau, em Walden.

0 comentários: