Gaia Viva!

Gaia, de Alex Grey


“ A história intelectual da humanidade tem triunfos incríveis. Conseguimos aprender os segredos da energia nuclear, enviar espaçonaves à lua e todos os planetas do sistema solar, transmitir sons e imagens coloridas para todo o globo e todo o espaço cósmico, romper o código do DNA e começar a fazer experiências de clonagem e engenharia genética. Ao mesmo tempo, essas tecnologias superiores estão sendo usadas a serviço de emoções primitivas e impulsos instintivos que não são muito diferentes daqueles que dirigiam o comportamento das pessoas na Idade da Pedra”.


“ Parecemos estar envolvidos em uma corrida dramática contra o tempo, sem precedentes em toda a história da humanidade. O que está em jogo não é nada menos do que o futuro da vida no planeta. Se continuarmos com as antigas estratégias que têm claras conseqüências extremamente auto-destrutivas, é improvável que a espécie humana sobreviva. Contudo, se um número suficiente de pessoas passar por um processo de profunda transformação interna, talvez seja possível alcançar um nível de evolução da consciência no qual possamos merecer o nome suntuoso que demos à nossa espécie: homo sapiens”.


Stanislav Grof
Do livro: Psicologia doFuturo

Saiba mais:

www.alexgrey.com



1 comentários:

  • Adelia Ester Maame Zimeo | 5 de dezembro de 2009 20:48

    Encontrei aqui neste texto, o que observo e comento impactada quanto à: vivência tão primitiva e instintiva de uma boa parcela da população. Creio que até muito além da Idade da Pedra. É um meio por demais heterogêneo, relativo a diferentes níveis de evolução psicoespiritual. E para quem "vê" além da matéria, confirmam-se imagens de seres com configurações não humanas. Outras com aspectos muito disformes, etc. Nada agradáveis de serem visualizadas; porém explicam por si só, como um RX da alma, que tipo de ser é aquele e como lidar com o mesmo. Gosto muito dos estudos de Grof. Tenho estreita afinidade com estas profundas e realísticas reflexões! Bacione.