A linha e o linho

Bordado de Silvia Merckel

A Linha e o linho

É a sua vida que eu quero bordar na minha
Como se eu fosse pano e voce fosse a linha
E a agulha do real nas mãos da fantasia
Fosse bordando, ponto a ponto, nosso dia-a-dia

E fosse aparecendo aos poucos nosso amor
Os nossos sentimentos loucos, nosso amor
O ziguezague do tormento, as cores da alegria
A curva generosa da compreensão
Formando a pétala da rosa da paixão

A sua vida, o meu caminho, nosso amor
Você e a linha, e eu o linho, nosso amor
Nossa colcha de cama, nossa toalha de mesa
Reproduzidos no bordado a casa, a estrada, a correnteza
O Sol, a ave, a árvore, o ninho da beleza.

Canção de Gilberto Gil para Flora,1983.

4 comentários:

  • Nina Lima | 1 de outubro de 2009 13:44

    Quer não quer ter um marido assim?!
    Letra linda e bordado da Silvia nem se fala...

  • Adelia Ester Maame Zimeo | 1 de outubro de 2009 20:24

    Tereza, que bela metáfora do entrelaçar de vidas em comunhão! Que bordado magnífico! DÇe uma passadinha em meu blog e retire seu novo selo. Beijos.

  • Adelia Ester Maame Zimeo | 2 de outubro de 2009 19:12

    Tereza, adquiri hoje a Revista Planeta. Seu artigo aborda muito bem, todos os ângulos, sobre os animais como companheiros e seus benefícios gerais. Que análise completa, objetiva e abrangente você conseguiu realizar! E as imagens estão lindas: principalmente da senhora mais idosa com seu gato. Parabéns! Adorei! Irá para a Clínica. Beijos.

  • Jorge | 3 de outubro de 2009 14:31

    Olá Tereza,

    Tem um selo, que te ofereço, e se quiser, por favor, passe no blog.

    Parabéns pelo teu blog que tenho acompanhado (dica da Adélia).

    Beijo,

    Jorge