Ideologia

Gilberto Gil, foto de Paulo Marcos


“Sou de um lugar, sou de uma terra, sou baiano, sou brasileiro, mas basicamente, sou um ser humano dessa totalidade da criação. Gosto de viver identificado com essa dimensão universal mesmo, irrecusável a todos nós. Eu trabalho sempre muito mais com a perspectiva do ser planetário, do ser cósmico, do que propriamente do homem de bairro.”

“Minha ideologia é o nascer de cada dia
E minha religião é a luz na escuridão”

1 comentários:

  • Adelia Ester Maame Zimeo | 30 de setembro de 2009 23:13

    Tereza Querida, que bom encontrar seus posts, com os quais me deleito tanto. Este então, é simplesmente lindo! Muito concentrado, num padrão suscinto e tão profundo. Li e reli algumas vezes tentando absorver ao máximo o sentido maior do texto. Se esta ideologia pudesse ser a de uma grande maioria, teríamos cada vez mais a lucidez instalada. A partir daí, seres humanos e cósmicos na sua totalidade e integridade. Beijos.