Conhece a ti mesmo



Tereza Kawall

Quem já não teve muitas dúvidas, medos e frio na barriga na hora de escolher uma profissão e, sobretudo, se preparar para enfrentar o pente fino do vestibular?
Resposta fácil: ninguém!

As diversas etapas que atravessamos durante a vida vão acontecendo de forma mais ou menos consciente.
A ingenuidade e as descobertas da infância, a adolescência e suas saudáveis transgressões, o inesquecível primeiro amor, as novas amizades que vão se entrelaçando com nossos novos interesses. Tudo vai mudando: nós, os cenários, os desejos e as pessoas.
De um jeito ou de outro, somos levados pelas ondas do viver, surpresas, frustrações e conquistas se sucedem. Vamos “ surfando” ora em mares mais azuis, ora em mares com ventos e estranhas correntezas.

Ao chegar a hora do vestibular e da escolha profissional.... bem, aí as coisas mudam, e como!
É tão difícil parar para pensar, abraçar o não-saber, fechar os ouvidos para todas as “ sábias” sugestões e opiniões que chegam por todos os lados.
O mundo faz tanto barulho, fala alto, coisifica nossos sonhos – quanto custará o meu?
Claro que a informação é necessária e especialmente aquela que pontua, esclarece e confirma um dom ou interesse pessoal.


No entanto, há uma outra informação que está DENTRO de nós, ás vezes até meio escondida, e que de alguma forma sempre esteve lá. Talvez vestida de fantasias e devaneios fortuitos, não disponíveis para a consciência.
E é para esse “ dentro” que tenho que me voltar, abrir espaço, e dar permissão para ouvir este desejo,ou vocação.

Afinal, quem sou eu?
Sejamos realistas: erros, dores e obstáculos não emitem diploma nem certificados, mas também ensinam muito!
Hoje se fala muito em “ auto-conhecimento”, o que obviamente não acontece num súbito lampejo ou estalar de dedos.
É um processo contínuo, que desafia a razão, tem atalhos, retas e curvas fechadas, descidas e subidas, e como diz a música, acontece “ num indo e vindo infinito”...

Conhecer a si mesmo não é uma tarefa simples, mas um passo importantíssimo em todas as escolhas que faremos na vida, seja na área pessoal, amorosa ou profissional.

1 comentários:

  • paula dip | 30 de junho de 2008 00:24

    Achei muito bonito esse seu texto Tereza. Como se tivesse sido escrito para mim e por extensão para minha filhota. Touché.
    Vamos nos ver essa semana.
    bj paula